Blog Puro Bem-Estar

/Tendências

Ventilador é melhor que ar condicionado?

 

 

Com a proximidade das estações mais quentes do ano, começamos a nos mobilizar na tentativa de amenizar a sensação e os efeitos de calor em nossa casa e trabalho. No entanto, sempre surgem dúvidas na escolha do melhor equipamento para nos ajudar a manter os ambientes mais fresquinhos e agradáveis.

Por mais que condicionadores de ar pareçam mais tecnológicos e eficientes, alguns fatores apontam que a melhor opção para seu bolso e para o seu dia a dia são os ventiladores.

 

Opção mais econômica

Condicionadores de ar podem se tornar uma dor de cabeça, uma vez que, além de serem bem mais caros no mercado que os ventiladores, demandam reformas para instalação e consomem bastante energia elétrica.

 

Aquisição

Nas grandes lojas e magazines do país, por exemplo, um aparelho condicionador de ar pode custar até 5 vezes mais caro que os ventiladores.

 

Instalação

O valor do aparelho triplica quando, além de seu preço de mercado, são considerados os gastos com a instalação, que exige uma adaptação do ambiente.

No caso do modelo Split, por exemplo, será preciso a intervenção de um pedreiro e de um eletricista para fazer a interligação das unidades interna e externa do aparelho, ligar o equipamento à uma rede elétrica de 220 ou 380 volts, dependendo da máquina, e inserir um dreno para escoar a água do condicionador de ar para a rede de esgoto.

Em oposição, o processo de instalação dos ventiladores é bastante simples e rápido, sem o quebra-quebra das reformas, podendo ser feita até mesmo pelos próprios consumidores, como é o caso dos ventiladores Latina.

 

Consumo

Após o processo de aquisição e instalação, o condicionador de ar ainda continua sendo uma opção muito cara, pois consome cerca de 190 KW por mês, correspondendo à cerca de 10 vezes o consumo de um ventilador, o que provavelmente fará muita diferença na sua conta de energia elétrica e no seu orçamento mensal.

 

Opção mais prática

Tanto condicionador de ar quanto ventilador precisam estar higienizados para cumprirem sua função e não prejudicar a saúde das pessoas que os usam. 

Caso o ventilador não seja higienizado, teremos em casa um verdadeiro espalhador de poeira, o que geraria a inalação de bactérias que causam problemas respiratórios, com efeitos mais graves em crianças, idosos e pessoas alérgicas.

A limpeza dos condicionadores de ar também é importante, tanto na parte interna quanto externa, para que fungos e bactérias não sejam espalhados no ambiente e causem doenças bronco-pulmonares, intensificadas pelo ressecamento causadas pelas baixas temperaturas geradas pelo sistema de refrigeração

No entanto, a limpeza dos ventiladores é bastante trivial, basta retirar a poeira com um pano úmido as pás do ventilador e pronto. Já os condicionadores de ar devem ter seus filtros lavados pelo menos uma vez por mês, fazer uma limpeza de revisão interna periódica, realizada por um técnico, além da limpeza externa do equipamento, o que gera um trabalhão.

 

Ficou surpreso com as vantagens de se adquirir um ventilador? Então compartilhe esse artigo com amigos e família em suas redes sociais!

 

Veja também:

Voltar
}