Blog Puro Bem-Estar

/Sustentável

Compostagem doméstica é uma boa opção

 

 

Para se manter uma composteira doméstica basta apenas ter dedicação e observar alguns cuidados e ela certamente não vai provocar mau cheiro, nem a proliferação de insetos.

A composteira é uma boa opção para dar uma destinação mais adequada a boa parte do lixo orgânico produzido em casa. Assim, restos de comida, cascas de frutas e de legumes, folhas de plantas e até saquinhos de chá e papéis velhos (sem tinta) podem ser usados para alimentá-las.

Depois de algum tempo necessário para o processo de decomposição de todo esse material, você terá um ótimo adubo natural para dar mais vida e saúde às suas plantas.

O Instituto de Botânica da Universidade de São Paulo afirma que até metade do lixo orgânico doméstico pode ter esse destino mais nobre do que os aterros sanitários das cidades. Além de reduzir os riscos ambientais, isto gera também uma grande economia às prefeituras.

A composteira da Embrapa é extremamente simples e barata que não ocupa espaço porque é verticalizada. Serão necessários apenas três baldes, uma torneira de plástico e um pequeno filtro feito de algodão e carvão em pó. E, convenhamos, se foi projetada pela Embrapa, com certeza funciona e bem.

O adubo totalmente ecológico que vai se formar tem tanta qualidade que você poderá até usá-lo para incrementar uma pequena horta. Até mesmo o chorume ? o líquido produzido pela decomposição dos materiais orgânicos ? pode ser aproveitado para regar as plantas. Segundo a Embrapa, ele é um ótimo fertilizante.

Há vários modos de se construir uma composteira, um dos mais práticos é o indicado pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa). Para quem não sabe, a Embrapa é uma das instituições mais avançadas na área de desenvolvimento de novas tecnologias para a agricultura e a pecuária no Brasil. Confira a seguir o tutorial de como construir a sua composteira doméstica:

 

Voltar
}