Blog Puro Bem-Estar

/Saúde

Pela saúde dos ouvidos

Qual foi a última vez em que você foi especificamente ao médico para cuidar da sua audição? É o tipo de situação que a gente quase nunca vive preventivamente, mas quase sempre quando já tem algum problema sério. A audição e a saúde do ouvido costumam ficar em segundo plano, mas vivemos num mundo excessivamente ruidoso. E não é apenas a intensidade dos barulhos que podem gerar problemas, mas também o tempo de exposição a determinados sons e frequências.

Como fica difícil evitar a cidade barulhenta, o trânsito caótico, a música alta na academia e coisas similares, aqui vão algumas dicas para cuidar o máximo possível da saúde do ouvido:

1. Quer saber a intensidade dos barulhos e sons ao seu redor? Já existem aplicativos que funcionam simulando um decibelímetro (aquele aparelhinho que se usa para medir o nível do barulho) e que se pode baixar no celular.

2. A sua audição também precisa ter um período de descanso. Então evite dormir com a TV ligada, por exemplo, ou ouvindo música ou com fones de ouvido.

3. Por falar em fones, procure regular os seus num ambiente silencioso, de forma a ficar confortável. Mesmo depois de passar para um local mais ruidoso, não aumente o som.

4. Se a música da academia for muito alta, não tenha vergonha de usar um protetor auricular. Nem heiste também em usar caso durma ao lado de alguém que ronca.

5. Ao sentir qualquer zumbido, não espere passar e procure logo um otorrinolaringologista, que é o especialista de ouvid, laringe e faringe. Quando o ouve chega a zumbir, é preciso uma avaliação mais cuidadosa.

 

Voltar
}