Blog Puro Bem-Estar

/Nutrição

Lichia: aliada da queima de gorduras.

Pouco conhecida pelos brasileiros até pouco tempo atrás, a lichia possui uma casca grossa e avermelhada e um sabor adocicado. O seu conteúdo nutricional é excelente, possui poucas calorias, muita água e é rica em antioxidantes.

 

Estudos mostraram que além de ter uma ótima quantidade de líquidos na sua composição contruibuindo para a boa hidratação do organismo, seu extrato pode reduzir a gordura abdominal em pessoas com síndrome metabólica graças a cianidina presente na fruta. 

A fruta pode ser consumida in natura (retirando a casca), em compotas, sucos, e em diversas receitas. Extratos de lichia também já são comercializados pelo mercado farmacêutico. Recomenda-se apenas moderação no consumo para aquelas pessoas que apresentam disfunções renais, pois é uma fruta rica em potássio.

Além disso, cada 100 gramas de lichia, entre 8 e 15 unidades, dependendo do tamanho, possui cerca de 65 calorias. É uma quantidade baixa. Por isso, a fruta é indicada para quem deseja emagrecer. 

As poucas calorias da lichia são, em sua maioria, provenientes do carboidrato da fruta. Devemos lembrar que, para perder peso é necessário um plano alimentar pessoal, harmônico e atividade física incorporada a vida, só a lichia não faz milagre!

 

COMO CONSUMIR?

A melhor maneira de consumir a lichia é lavar bem a casca da fruta antes de abri-la, é a chamada higienização, que deve ser feita para evitar que impurezas contaminem sua polpa. É possível congelar a lichia para consumi-la ao longo do ano, mesmo por processo de congelamento lento a lichia não perde suas características de perfume e sabor.

Pelo congelamento lento a lichia pode ter sua textura ligeiramente alterada devido ao rompimento de suas fibras provocadas pelos cristais de gelo que são formados em seu interior, mas isso não muda em nada o seu paladar e nem seu valor nutricional. Quando submetida ao calor ou em contato com a luz, a lichia perde nutrientes sensíveis ao calor. Por isso, deve ser armazenada em locais frescos e escuros e, de preferência, ser consumida in natura. 

É super fácil encontrar a lichia em feiras, varejões e nos supermercados no início do ano, é nessa época que as frutas estão mais doces e baratas. Isso contribuiu para que o preço da lichia baixasse. Antes, ela era encontrada apenas como produto importado. 

 

Voltar
}